Soneto: À rosa

O que me encanta é este teu encanto,
é este teu brilho de mulher amada,
é a tua forma esculpida e bem talhada
fazendo de teu corpo o meu recanto!
Serás pra sempre a minha linda fada!
A tua voz me soa sempre como um canto,
o teu sorriso é meu acalanto,
és a mais bela rosa perfumada!
Se o tempo permitisse poder tê-la,
faria do teu amor minha alegria
e tudo que o amor fosse capaz!
Rosa, quem dera fosses minha estrela,
quem dera fosses minha nova guia
que me envolva de amor, ternura e paz!
Autor: Tulio Rodrigues
Twitter: @PoetaTulio

Soneto: À rosa

O que me encanta é este teu encanto,
é este teu brilho de mulher amada,
é a tua forma esculpida e bem talhada
fazendo de teu corpo o meu recanto!
Serás pra sempre a minha linda fada!
A tua voz me soa sempre como um canto,
o teu sorriso é meu acalanto,
és a mais bela rosa perfumada!
Se o tempo permitisse poder tê-la,
faria do teu amor minha alegria
e tudo que o amor fosse capaz!
Rosa, quem dera fosses minha estrela,
quem dera fosses minha nova guia
que me envolva de amor, ternura e paz!
Autor: Tulio Rodrigues
Twitter: @PoetaTulio

Soneto: Teus segredos

Soneto editado em vídeo para o dia dos namorados a pedido da amiga Giselle.
Eis o soneto:
Tua boca: – Meu prazer, minha loucura…
Dela, brota as mais lindas poesias
que me acalanta nos meus tristes dias…
É por ela que fazes a tua jura!
Tuas mãos: – São leves, frágeis, são macias…
Fazem com que o meu corpo, a tua aventura,
desperte o teu desejo e a tua cura
do mesmo jeito que só tu sabias!
O teu corpo: – Mistério da beleza
mais profunda… Doçura que me acerta…
Fonte a revelar por entre os meus dedos
uma simples e única certeza:
-Que o teu corpo, esta eterna descoberta
me revela os teus mais fundos segredos!…
Tulio Rodrigues
Twitter: @PoetaTulio

Soneto: Teus segredos

Soneto editado em vídeo para o dia dos namorados a pedido da amiga Giselle.
Eis o soneto:
Tua boca: – Meu prazer, minha loucura…
Dela, brota as mais lindas poesias
que me acalanta nos meus tristes dias…
É por ela que fazes a tua jura!
Tuas mãos: – São leves, frágeis, são macias…
Fazem com que o meu corpo, a tua aventura,
desperte o teu desejo e a tua cura
do mesmo jeito que só tu sabias!
O teu corpo: – Mistério da beleza
mais profunda… Doçura que me acerta…
Fonte a revelar por entre os meus dedos
uma simples e única certeza:
-Que o teu corpo, esta eterna descoberta
me revela os teus mais fundos segredos!…
Tulio Rodrigues
Twitter: @PoetaTulio

Soneto: A matriarca

A minha vó, Janir! 
Foste mãe e foste pai de cada filho, 
lutaste tanto como uma guerreira 
e serás sempre pra nós a primeira 
que a cada dia nos traz um novo brilho! 
Sei que a vida é breve e passageira, 
mas a quero pra sempre em cada trilho, 
pois em cada canção, em cada estribilho, 
vens a mim como a nova luz certeira! 
Tu nos livras de toda escuridão, 
acolhes-nos bem forte em teu espírito, 
trazes consigo toda esta emoção, 
pois a cada dia sempre nos tens dito: 
– Que amar é sempre ter no coração, 
um terno amor, maior que o infinito!
Tulio Rodrigues

Twitter: @PoetaTulio

Tumblr: www.poetatuliorodrigues.tumblr.com

Soneto: A matriarca

A minha vó, Janir! 
Foste mãe e foste pai de cada filho, 
lutaste tanto como uma guerreira 
e serás sempre pra nós a primeira 
que a cada dia nos traz um novo brilho! 
Sei que a vida é breve e passageira, 
mas a quero pra sempre em cada trilho, 
pois em cada canção, em cada estribilho, 
vens a mim como a nova luz certeira! 
Tu nos livras de toda escuridão, 
acolhes-nos bem forte em teu espírito, 
trazes consigo toda esta emoção, 
pois a cada dia sempre nos tens dito: 
– Que amar é sempre ter no coração, 
um terno amor, maior que o infinito!
Tulio Rodrigues

Twitter: @PoetaTulio

Tumblr: www.poetatuliorodrigues.tumblr.com